Estandarte da PAEL    A Maçonaria      Fale Conosco     Home

Presidentes da República que foram Maçons

Delfim Moreira

Delfim Moreira da Costa Ribeiro (1868-1920), que foi presidente do Estado de Minas Gerais (1914-1918) e, como vice-presidente da República, ocupou a presidência, após a morte de Rodrigues Alves, foi maçom, embora isso tenha sido sempre omitido, em publicações maçônicas. O seu nome consta, ao lado dos de Octavio Meyer, Bernardo Monteiro de Carvalho, Nicolau José Rodrigues Torres, Paulo de Faro Fleury, João Fleming, José Faccio, Apolinário José dos Santos Mora, Manoel Fernandes Gomes e Cornélio Antônio Fernandes, como membro da diretoria instaladora da Loja "Atalaia do Sul", a primeira a ser fundada, a 8 de agosto de 1898, em Santa Rita do Sapucaí (MG), na jurisdição do Grande Oriente do Brasil. Pertenceu à Loja "Belo Horizonte" e, provavelmente, nela foi iniciado.

Delfim Moreira assumiu o governo da República, porque o presidente (novamente eleito), Rodrigues Alves, viria a falecer antes de tomar posse, o que fez com que o vice assumisse o cargo até junho de 1919. Como, todavia, ele já estava cansado e doente, não tendo condições para comandar a tumultuada política nacional, foi, então, eleito, para completar o mandato, até 1922, Epitácio Pessoa, que teria de enfrentar graves crises políticas internas, como a violenta sucessão do governo de Pernambuco e o clima de rebelião em que se processou a sucessão do governo da Bahia, ocasionando intervenção federal, com grande revolta dos oposicionistas.


Biografia de outros presidentes da República do Brasil que foram maçons:


Deodoro da Fonseca - veja biografia
Floriano Peixoto - veja biografia
Prudente de Moraes - veja biografia
Campos Salles - veja biografia
Nilo Peçanha - veja biografia
Hermes da Fonseca - veja biografia
Wenceslau Brás - veja biografia
Washington Luís - veja biografia
Nereu Ramos - veja biografia
Jânio Quadros - veja biografia